Os especialistas em nutrição afirmam que a nossa  saúde física, mental e, até mesmo a emocional estão diretamente relacionadas aos tipos de alimentos que ingerimos e também ao modo como comemos.
O estado da nossa pele, cabelos, unhas, músculos, peso corporal e a nossa energia para enfrentar os desafios do dia a dia estão intimamente associados aos nossos hábitos alimentares.

Nunca houve tantas pessoas procurando formas de ter uma nutrição e peso mais saudáveis. Na ânsia de querer resultados rápidos, muitos indivíduos cometem alguns erros, como pular refeições, cortar grupo de nutrientes e ficar muito tempo sem comer.
Nosso corpo necessita de energia e de nutrientes para funcionar bem. Quem deixa de fazer uma refeição, pensando que vai emagrecer mais rapidamente, está muito mais exposto ao risco de compensar essas calorias que poupou,  podendo levar a uma compulsão alimentar na próxima refeição. Os picos de fome e ataques de comilança são algumas das armadilhas que atrapalham quem deseja controlar o peso e ter uma alimentação saudável.

Uma maneira saudável de reduzir o peso e estar em boa forma é comer pequenas refeições ao longo do dia, que devem ser compostas por uma variedade de alimentos nutritivos e com calorias controladas.
Este fracionamento vai nos auxiliar a recebermos todos os nutrientes necessários para o nosso organismo ao longo do dia. Além disso, quando aumentamos o número de refeições, aumentamos também o gasto de energia envolvido com o processo da digestão e absorção dos alimentos. Isso resultará em uma aceleração do metabolismo e é uma das chaves do sucesso para o controle de peso.

Para alcançarmos esses objetivos, recomenda-se comer devagar e mastigar bem os alimentos, não ficar muito tempo sem se alimentar, dividir as refeições em 5 ou 6 porções ao dia, ingerir frutas, verduras e grãos integrais ricos em fibras, reduzir o consumo de gordura, açúcar refinado e sal, moderar o consumo de bebidas alcoólicas e beber muita água pura ou sob forma de chás, sem esquecer de gastar calorias praticando atividade física regularmente.
O lanche da manhã e da tarde são tão importantes quanto o almoço e o jantar. Quando o hábito de comer várias vezes ao dia é incorporado, não se tem dificuldades em continuar com esta prática.
Mas devemos estar atentos para não cairmos em algumas armadilhas que podem prejudicar o controle de peso: fazer lanches assistindo à televisão ou trabalhando no computador.
O ideal é fazer as refeições à mesa ou, pelo menos, prestando muita atenção na qualidade e quantidade do lanche pelo qual optamos. Alguns exemplos de lanches saudáveis são barras que tenham boa quantidade de proteínas com calorias controladas, iogurte light, queijo petit suisse light, fatias de peito de peru, fatias de queijo light, frutas e algumas frutas secas como damascos e ameixas pretas, uma porção pequena de castanhas ou palitos de cenoura. E, para finalizar, gostaria de fazer uma sugestão especial: sopinha leve e nutritiva como alternativa para um lanche saudável. A sopa e o pão são considerados a primeira refeição completa da história da humanidade. Hoje, com toda a evolução da tecnologia, podemos desfrutar de sopas com formulações altamente nutritivas e com calorias controladas.

Antes consumidas apenas no inverno, atualmente são saboreadas durante todo o ano. As sopas com formulações especiais, com mais proteínas e fibras e com menos sódio, são alternativas interessantes para uma pausa entre as refeições principais. Também podem ser consumidas como entrada das refeições principais do dia. Saúde e sucesso para todos.

Atenção: Este material de treinamento tem como objetivo auxiliar sobre questões básicas de nutrição e estimular à conscientização e mudança de hábitos para uma vida mais saudável e não substitui uma consulta Médica ou uma consulta com nutricionista  Apoiamos e recomendamos que antes de iniciar uma dieta alimentar, se consulte um médico ou nutricionista e um profissional de educação física antes de iniciar um programa de exercícios.